Dicas


O que é alinhamento 3D?

 

26/05/15

A oficina onde você está alinhando seu carro disse que o sistema é 3D? Saiba o funcionamento disso.

Alinhamento 3D

Veja aqui os parâmetros convergência e divergência, câmber (cambagem) e cáster da suspensão, para entender como funciona o alinhamento 3D.

Seu carro está desalinhado quando um ou mais desses parâmetros da suspensão estão diferentes dos projetados. Isso acontece porque, quando o veículo passa por pistas irregulares, os pontos de fixação da suspensão podem se mover, saindo da fixação original.

Os carros atuais permitem poucos ajustes finos, geralmente a suspensão dianteira é independente (MacPherson) e a traseira dependente (Eixo de Torção), o que torna possível somente o ajuste da convergência ou divergência.

Existem alguns modelos mais sofisticados em que é possível regular, na dianteira, além de convergência e divergência, câmber e cáster. E na traseira, câmber. É o caso da High Lux, por exemplo, e vários modelos de BMW.

Nesse caso, como fazer a regulagem de camber e cáster do meu carro, se a fixação do meu veículo não me permite mudar esses parâmetros? Aí só é possível corrigir através da troca das peças danificadas ou fazendo alinhamento técnico: deformando essas peças até que cheguem em suas dimensões normais de projeto.

Vamos sabe então sobre os ângulos que fazem o seu carro ganhar estabilidade e segurança. Por incrível que pareça, alguns milimetros ou graus de deslocamento fazem toda diferença!

Convergência/Divergência: é o ajuste das rodas direcionadas, de modo que fiquem mais fechadas ou abertas na extremidade dianteira do que na traseira.

A amplitude de convergência ou divergência pode ser expressa das seguintes formas:

Medida Angular (em graus) relacionada à linha geométrica central do veículo.

Medida Linear (em milímetros) usando como referência a borda da roda.

Cada veículo tem seus ângulos de convergência/divergência predefinidos pelo fabricante, que almeja melhor desempenho e menor desgaste dos componentes, principalmente dos pneus.

Alinhamento 3D

Caster: é o ângulo entre o pino mestre ou braço de suporte do eixo (parte superior) e o plano vertical. Se para frente o cáster é negativo, se inclinado para trás é positivo. Ele é responsável pela estabilidade de direção do carro.

Pouco cáster ocasionará em uma oscilação da roda e desgate maior nos pontos localizados da banda de rodagem do pneu. Caster desigual faz com que uma das rodas puxe mais do que outra e por conseqüência gera um desgaste maior de um lado do que outro! E cáster excessivo resulta em desgaste prematuro da banda de rodagem do pneu.

Alinhamento 3D

Câmber ou cambagem: é a inclinação da parte superior da roda, para dentro ou para fora do veículo, em relação a um plano vertical. A cambagem pode ser positiva, negativa ou neutra.A cambagem excessiva negativa provoca maior desgaste no ombro do pneu (dentro). A positiva, gera maior desgaste externo.

Alinhamento 3D

O câmber distribui o peso do veículo sobre o pneu, para que o desgaste ocorra uniformemente.

Diferentemente da regulagem de cáster, regulagens erradas de câmber resultam em desgastes excessivos nos “ombros” dos pneus.

Todas as medidas dos parâmetros apresentados acima são feitas em graus e milímetros.

E o alinhamento 3D, como ele é feito?

O que é alinhamento 3D?

Existe um programa de computador com um milhão de veículos cadastrados. Para cada um deles existe o ponto certo de regulagem dos ângulos da suspensão. Lembrando que os mais comuns são convergência ou divergência.

O técnico seleciona o modelo do seu carro, e o programa abre uma tela com as medidas de projeto da suspensão do seu veículo exclusivamente.

O veículo é colocado em uma plataforma de medição, já calibrada nas coordenadas x,y e z, para que o programa faça a leitura do carro. É, geralmente, uma rampa que se eleva.

Essa leitura é possível, através de sensores a laser que são colocados em cada roda e que fazem a medida dos ângulos. O alinhador, então, consulta o programa para saber quão fora das medidas projetadas estão os números medidos.

Esses sensores permitem medições muito precisas dos conjuntos de rodas e eixos do veículo, e assim o alinhador, manualmente, pode regular a suspensão para que fique igual à projetada.

É isso. Se os ajustes feitos estiverem corretos, o programa irá mostrar que a suspensão está alinhada.

Se feito corretamente, o alinhamento 3D é mais prático e confiável do que o alinhamento manual.

Sabe o que pode acontecer se a suspensão não estiver alinhada conforme os graus estabelecidos?

  • Menor durabilidade dos componentes da suspensão.

  • Aumento do consumo de combustível.

  • Desgaste irregular dos pneus.

  • Direção desconfortável.

  • Perda de estabilidade e segurança principalmente nas curvas.

 

Fonte: Site Se meu carro falasse


A Tecnocar tem atendimento especializado em câmbio automático para o seu veículo. Saiba mais

Voltar